Cores na decoração, dicas que todo mundo deveria saber

por

Quando falamos em cores, elas não só costumam causar muita dúvida, mas também são um dos elementos que causam mais impacto em um ambiente. Qual a combinação ideal? Posso usar rosa e verde, azul e amarelo? Nós da Stratis separamos várias dicas para quem quer aprender mais sobre o assunto.

E se quiser saber mais porque é tão importante saber como utilizar as cores de forma correta, confira o nosso primeiro post sobre o assunto clicando aqui.

A Roda de cores:

Roda de cores é um assunto que aprendemos na escola, quando somos bem novinhos e, a não ser que tenha feito arquitetura ou design, você nunca mais viu. Contudo, para realmente entender as cores é legal que você busque na memória as aulas de artes da quinta série. Simplificando, a roda de cores fornece uma representação visual de quais cores combinam; dessa forma fica mais fácil entender se um conjunto de cor vai ser harmonioso ou não.

A seguir, vamos entender como usar a roda de cores para montar uma decoração legal para os seus ambientes.

Cores básicas:

A roda de cores é composta por 7 tons diferentes, sendo eles:

  • Cores primárias: Vermelho, azul e amarelo. Não são resultante da mistura de nenhuma das cores.
  • Cores secundárias: Laranja, roxo e verde. São resultante da mistura de duas das cores primárias.
  • Cores terciárias: Os seis tons são resultantes da mistura das cores primárias com as secundárias.

Começar qualquer interior com uma das cores da roda de cores pode ser uma opção para quem vai optar por um ambiente bem colorido.

Modificando os tons com cores neutras:

Uma vez escolhida a cor básica, fica fácil criar as diferentes versões de uma mesma família. Tudo o que você precisa é combinar a cor escolhida com uma cor neutra, seja para clareá-la ou escurecê-la.

  • Clareamento: cor obtida através da adição de branco.
  • Sombra: cor obtida através da adição de preto.
  • Saturação ou Croma: cor obtida através da adição de cinza. Quanto mais cinza se adiciona à cor, mais neutra ela se torna.

Muitos artistas recomendam experimentar com a mão na massa, misturando cores e tintas até que você tenha uma ideia de quão drasticamente os neutros podem afetar uma cor. No entanto, você não precisa por a mão na massa; os fabricantes de tinta já possuem catálogos prontos das cores.

Entenda a temperatura das cores:

Você já deve ter ouvido que as cores podem ser quentes ou frias. Essa temperatura descreve onde a cor está na roda de cores.

Vermelhos, laranjas e amarelos costumam ser considerados cores quentes ou ativas. Elas são mais vibrantes e parecem trazer uma sensação de vivacidade e intimidade para o espaço. Em contraste, roxos, azuis e a maioria dos verdes são as cores frias. Elas podem ser usados para acalmar uma sala e trazer uma sensação relaxante.

Ao escolher a temperatura de cor para um espaço, você também deve considerar seu tamanho. Uma cor quente em um quarto muito pequeno poderia tornar as coisas um pouco claustrofóbicas. No entanto, usar cores frias em um quarto espaçoso poderia deixar as coisas meio vazias, com aquele sentimento que falta alguma coisa.

Esquema de cores complementares:

Quando tratamos de esquemas de cores, as complementares são as mais simples. São as cores que se encontram em direções opostas na roda de cores. Normalmente uma cor atua como o tom dominante e a outra como um atenuante. Isto significa combinações como vermelho e verde, azul e laranja, ou amarelo e roxo.

Essas combinações de cores são extremamente contrastantes, o que significa que é melhor utilizá-las em pequenas doses e quando você quiser chamar a atenção para um elemento particular do design de seu interior.

Se você gosta da ideia de cores complementares, lembre-se de utilizá-las com muitas cores neutras, pois é importante que o seu olho tenha espaço para descansar. O impacto do contraste das cores pode ser muito agressivo e tornar o espaço cansativo.

Esquema de cores análogas:

As cores análogas são as três cores em seqüência de uma roda de cores. Você poderia, por exemplo, escolher o vermelho, laranja e amarelo ou o vermelho, roxo e azul.

O segredo para usar bem esse esquema de cores é a proporção. Você escolhe uma cor para ser a dominante, uma outra cor que complemente essa escolha e uma terceira mais vibrante.

Você também pode criar um esquema de cores similar, usando tons neutros. É conhecido como um esquema de cores monocromáticas. Basta escolher preto, branco e cinza no lugar dos tons mais brilhantes e chamativos.

Esquema de cores tríade:

A tríade se refere a escolha de 3 cores seguindo a seguinte regrinha: os espaços entre elas, na roda das cores, devem ser todos iguais. As cores primárias (vermelho, azul e amarelo) são um exemplo perfeito de tríade, assim como as cores secundárias.

Esse esquema de cores costuma ter bastante contraste, por isso, é muito comum vê-lo em quartos infantis e lúdicos.

Ao usar esse esquema com cores vibrantes, é sempre importante considerar os ambientes que estão nas proximidades. Não é muito interessante colocar dois esquemas diferentes de cores tríades um ao lado do outro: é informação demais no campo visual. Portanto, certifique-se de que os quartos próximos ao seu espaço triádico sejam mais neutros.

O guarda roupas é importante!

Sabe aquela velha história de “varrer só onde o padre passa”? Para ter um ambiente bem harmonizado não adianta cuidar das cores apenas na parte externa dos móveis, é necessário cuidar também do interior de gavetas, armários e guarda roupas. Mas como fazer isso?

Para começar é só fazer a categorização por família de peça. Regatas, camisas, vestidos, cada um em sua categoria. Feito isso, o segundo passo é passar para a escala de tonalidades.

Não sabe com qual cor começar? O mais fácil é começar separando as brancas e os tons mais claros e depois passar para os mais fortes e vivos até finalizar no preto. Se está com pouco espaço você pode colocar mais de uma peça da mesma cor no mesmo cabide, assim você lembrará mais fácil onde a guardou.

Organizar os cabides

Não preciso nem falar que padronizar os cabides ajuda né? Não adianta deixar todas as suas roupas bonitas e em ordem, mas os cabides estarem todos diferentes. O mix de variedades dos cabides somados a todas as cores das suas roupas promovem uma verdadeira poluição visual.

Para quem quer iniciar a sua organização por cores, nós temos uma dica: os cabides coloridos Stratis. Ele estão disponíveis em 12 cores que podem ser combinadas com o tom das roupas, fazendo com que tudo fique uniforme e visualmente agradável.

Além dessa praticidade com as cores, eles são feitos de cartão Hörlle 100% reciclado. Isso faz com que sejam mais finos que os tradicionais e ocupem menos espaço, podendo ser guardados até dentro de malas de viagem. Mas o fato de serem feitos desse material não os torna menos resistentes; pelo contrário, eles suportam até 2,5 kg!

Os nossos cabides são bonitos, práticos e ecológicos! Com certeza são uma boa ideia na hora de mudar o seu armário.

Onde encontrar

É possível adquirir os cabides diretamente no site da Stratis clicando aqui. Essa é a loja online direto da fábrica.

Gostou do post? Curta, comente, compartilhe! Sua sugestão é muito bem vinda!

Fonte: limaonaagua

Você pode gostar também

/* */