Alguns brinquedos oferecem risco para animais de estimação.

por

Assim como os humanos, os animais também necessitam de brincadeiras para o desenvolvimento de sua personalidade afetiva e de um físico saudável. Muitas vezes, cães e gatos precisam mais do que simples brinquedos. Eles necessitam de novidades. Porém é bom saber que alguns brinquedos oferecem risco aos animais.

Para as brincadeiras, os donos costumam comprar brinquedos e presentear os seus companheiros peludos. Mas na hora da diversão, é importante que você preste atenção se o brinquedo do seu animal não apresenta riscos! As vezes, alguns brinquedos podem ser mais perigosos do que divertidos.

Alguns brinquedos oferecem risco para animais de estimação

Vale lembrar, que uma das principais causas de morte entre cães e gatos está relacionada, justamente, aos objetos deixados a disposição dos bichinhos. São comuns os casos de animais sufocados com pedaços de bola ou corda. A ingestão de brinquedos de plásticos também é outro perigo, afinal, ao serem partidos transformam-se em objetos cortantes e podem colocar em risco a vida deles.

Por isso, uma coisa importante é conhecer a personalidade do seu pet. O nível de perigo de um objeto varia de animal para animal, dependendo da maneira como o animal brinca com ele. Alguns ganham um ursinho de pelúcia e nem se quer o rasgam, por exemplo. Já outros o destroem, tiram a espuma e fazem a maior bagunça.

Algumas dicas para cuidar do seu pet.

Antes de buscar por brinquedos, entenda o perfil do animal. Ele costuma destruir as coisas? Se você tem um cão ou gato mordedor ou que gosta de destruir brinquedos e engolir, fique mais atento ao tipo de produto. Evite oferecer ursinhos de pelúcia com enchimento, esses podem rasgar e tem risco do animal engolir a espuma. Ossos muito duros (bovino ou de galinha cozido), brinquedos de plástico mole e com apito.

Para saber a durabilidade do brinquedo, ofereça ao animal, mas fique de olho. De tempos em tempos, veja em que estado está. Isso vale para cães e gatos. Se perceber que o objeto é resistente, recolha e ofereça quando o peludo for ficar sozinho, garantindo que quando você não estiver por perto ele vai estar com um brinquedo seguro.

Não deixe todos os brinquedos à disposição de uma vez só. Faça um rodízio: esconda alguns e deixe outros com o animal. Depois de alguns dias, troque. Assim, ele terá mais novidades e não vai cansar fácil dos que tem.

Fitas, barbantes, bolinhas pequenas, penas e enchimento de pelúcia são os principais vilões para os gatos. Essas partes podem se soltar facilmente. Então quando for usar essas coisas, que nós sabemos que os felinos adoram, fique sempre por perto!

Outro ponto importante a ser levado em consideração é o tamanho do cachorro. Uma bolinha de tênis pode ser segura para um cão pequeno, mas perigosa para um cachorro maior.

Fique sempre atento para poder brincar com o seu companheiro de uma forma divertida e segura!

Gostou do post? Curta, comente, compartilhe! Sua sugestão é muito bem vinda!

Você pode gostar também

/* */